Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As 48 Leis do Poder

Baseado no livro de Robert Greene

As 48 Leis do Poder

Baseado no livro de Robert Greene

Lei 17: Mantenha os Outros Num Estado Latente de Terror – Cultive Uma Atmosfera de Imprevisibilidade

18.03.20

Homem aterrorizado - Mantenha os Outros Num Estado Latente de Terror – Cultive Uma Atmosfera de Imprevisibilidade

Os homens são criaturas de hábitos com uma necessidade insaciável de encontrar familiaridade nos atos alheiros. A sua previsibilidade dá-lhes um sentido de controlo. Vire a mesa: seja deliberadamente imprevisível. O comportamento que parece incoerente ou absurdo irá mantê-los desorientados e ficarão exaustos ao tentarem explicar os seus movimentos. Levada ao extremo, esta estratégia pode intimidar e aterrorizar.

6 maneiras de manter o seu oponente desequilibrado

  1. Parece não ter uma estratégia clara.
  2. Misture padrões antigos.
  3. Altere o seu comportamento, para improvisar e superar o peso da rotina e dos hábitos.
  4. Desagregue as pessoas ao seu redor para manter a iniciativa do lado do seu oponente.
  5. Golpeie sem aviso, para fazer os outros tremerem quando menos esperam.

A vida é como um jogo de xadrez

Para ilustrar esta lei é usado o jogo de xadrez. O xadrez contém a essência da vida: primeiro, porque para vencer precisa de ser extremamente paciente e ter uma visão do futuro; e segundo, porque o jogo é baseado em padrões, sequências inteiras de movimentos que foram jogados antes e serão jogados novamente, com pequenas alterações, em qualquer partida.

O seu oponente analisa os padrões do jogo e utiliza-os para tentar prever os seus movimentos. Ao não permitir que veja a sua previsibilidade baseada na sua estratégia oferece-lhe uma grande vantagem. No xadrez e na vida, quando as pessoas não conseguem entender o que está a fazer, elas são mantidas num estado de terror - esperando, incertas, confusas. É um dispositivo que os poderosos usam há séculos

Ao baralhar os seus padrões no dia-a-dia causará um rebuliço ao seu redor e estimulará o interesse. As pessoas vão falar sobre si, atribuir motivos e explicações que nada têm a ver com a verdade, mas que o mantêm constantemente em suas mentes. No final, quanto mais caprichoso parecer, mais respeito conquistará. Somente os subordinados terminais agem de maneira completamente previsível!

2 razões pelas quais a “imprevisibilidade”' funciona a seu favor

  1. Cria uma cortina de fumo, uma frente confortável atrás da qual pode realizar ações enganosas.
  2. Permite que, em raras ocasiões, faça algo completamente contra o padrão, perturbando o seu oponente tão profundamente que acabará por cair por ele próprio.

Em 1974, Muhammad Ali e George Foreman tinham um combate agendado para lutar pelo campeonato mundial de boxe dos pesos pesados. Numa conferência de imprensa, Ali disse que iria mudar o seu estilo, atacando ferozmente Foreman logo no início do combate. Ninguém, muito menos Foreman, acreditou por um segundo no que Ali dizia. Para surpresa de todos, Ali fez exatamente o que havia dito que faria.

Enquanto Foreman esperava que Ali “dançasse” no ringue de início, Ali foi direto e começou logo a atacar. Perturbou completamente a estratégia de seu oponente. Perdido, Foreman acabou por desgastar-se, não ao perseguir Ali, mas por dar socos descontroladamente. Finalmente, Ali acertou um dramático gancho direito que nocauteou Foreman.

O hábito de supor que o comportamento de uma pessoa encaixa-se nos seus padrões anteriores é tão forte que nem mesmo o anúncio de Ali de uma mudança de estratégia foi suficiente para alertar Foreman que acabou por cair na armadilha - a armadilha que fora instruído a esperar.

ADVERTÊNCIAS

Muita imprevisibilidade será vista como um sinal de indecisão, ou mesmo de algum problema psíquico mais sério. Este poder deve ser usado apenas criteriosamente.

Exceções à lei

A imprevisibilidade pode funcionar contra si às vezes, especialmente se estiver em uma posição subordinada. Há momentos em que é melhor deixar as pessoas se sentirem confortáveis ​​e acomodadas ao seu redor do que perturbá-las.