Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As 48 Leis do Poder

Baseado no livro de Robert Greene

As 48 Leis do Poder

Baseado no livro de Robert Greene

Lei 11: Aprenda a Manter as Pessoas Dependentes de Si

24.03.20

Homem a carrergar lenha - Aprenda a Manter as Pessoas Dependentes de Si

Para manter a nossa independência devemos ser sempre necessários e queridos. Quanto mais dependerem de nós, mais liberdade teremos. Faça com que as pessoas dependam de si para serem felizes e prósperas, e não terá nada a temer. Não lhes ensine o bastante a ponto de não precisarem de si.

A necessidade governa o mundo. As pessoas raramente agem, a menos que sejam obrigadas. Se não criar necessidade para si mesmo, será eliminado na primeira oportunidade. Se, por outro lado, entender as leis do poder e fizer os outros dependerem de si para o seu bem-estar, pode combater a fraqueza dos outros com o seu próprio "ferro e sangue",  citação que ficou conhecida no discurso do chanceler alemão Otto von Bismarck. Sobreviverá aos seus mestres como Bismarck, e terá todos os benefícios do poder sem os espinhos que advêm de ser um mestre.

Bismarck entendeu a importância de manter as pessoas dependentes. Procurou um governante fraco, o rei da Prússia Frederick William IV, e criou um relacionamento de dependência. Foi um jogador-chave na restauração do poder do rei, que quando o rei morreu, o seu irmão William, que o precedeu, também dependia de Bismarck. Bismarck foi a força, a inteligência e o pilar do rei, e no processo, tornou-se uma força poderosa sendo quem estava por detrás do trono a "mexer os cordelinhos”.

9 maneiras de manipular o poder

1. Procure pessoas fracas no poder

Procurar quem já tem poder é uma perda de tempo. Vão engolir e cuspir sobre si, pois não precisam dos seus serviços.

2. As pessoas devem fazer o que pretende sem usar a força ou magoar

Se precisar intimidar alguém para fazer o que quer, isto não é poder. A chave é fazer a pessoa acreditar que os seus serviços são necessários, e que sem você, estão completamente perdidos.

3. Envolva-se no trabalho do seu superior

Ao envolver-se, o seu superior sabe que livrar-se de si é inútil. Não se pode dar ao luxo de treinar outro sem perder tempo e dinheiro.

4. Possuir um talento e habilidade criativa que não pode ser substituído facilmente

As pessoas pensam duas vezes antes de livrar-se de si, porque pode significar desastre ou até mesmo a morte.

5. Crie uma situação em que tenha sempre uma alternativa com outro mestre

Isto significa que tem outros lugares que receberão as suas habilidades e talentos. O seu empregador sabe que não pode encontrar facilmente outro trabalhador com o seu talento específico, fazendo de tudo para mantê-lo no seu emprego.

6. Tenha a aparência de ter conhecimento e habilidade especializados

Isto dá-lhe margem de manobra para enganar os que estão acima de si, pensando que não podem passar sem si. Está ao seu alcance tornar os seus conhecimentos indispensáveis.

7. Envolva-se na fonte de poder

Colocou-se numa posição que, para afastá-lo, causaria um grande dano. Não precisa necessariamente interligar-se com o seu superior; outra pessoa o fará, desde que ele ou ela também seja indispensável na cadeia.

8. Use a tática da inteligência secreta

Ao conhecer os segredos das pessoas, fecha a sua posição com elas. A desvantagem disto é que a paranoia e a insegurança que causa. De que serve o poder sem paz?

9. Não pense que a dependência do seu superior o fará gostar mais de si

É mais do que provável que o ressintam e o temam. É melhor que temam as consequências de o perder, em vez de não gostar da sua companhia.

Luís XI (1423-1483), o grande rei-aranha da França, certa vez pediu ao seu astrólogo que traçasse o seu próprio destino e quanto tempo teria ainda para viver. O astrólogo respondeu: "Morrerei três dias antes de Sua Majestade." O rei ficou irritado porque planeara matar o astrólogo naquele dia. A sua crença na astrologia era tão forte que nunca duvidou do mesmo e poupou a sua vida. O astrólogo provou o seu domínio do poder e sobreviveu ao rei por vários anos.

ADVERTÊNCIAS

A fraqueza de fazer os outros dependerem de si, é que, de certa forma, também depende deles. Embora isto seja verdade, não terá a pressão insuportável de estar no topo, e o seu superior será na essência o seu escravo, pois dependerá de si. É melhor, portanto, colocar-se numa posição de dependência mútua

Exceções à lei

A única maneira de ser totalmente independente é remover os que estão acima de si para ficar sozinho como um J.P. Morgan ou John D. Rockefeller, depois de vencer a sua concorrência, mas pagaria um preço. Ficaria isolado, geraria ressentimentos e criaria inimigos. A independência total é geralmente de curta duração e frequentemente fatal.