Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As 48 Leis do Poder

Baseado no livro de Robert Greene

As 48 Leis do Poder

Baseado no livro de Robert Greene

Lei 10: Evite o Contágio Com o Infeliz e Azarado

25.03.20

Homem com lenço na cabeça - Evite o Contágio Com o Infeliz e Azarado

A miséria alheira pode matar-nos – os estados emocionais são tão contagiosos quanto as doenças. Podemos achar ou pensar que estamos a ajudar o homem que se afoga, mas sós estamos a precipitar a nosso próprio desastre. Os infelizes às vezes além de provocarem a própria infelicidade; vão provocar a sua também. Ao contrário, associe-se aos felizes e afortunados.

Quem infeta possui uma instabilidade interna que irradia o desastre em tudo o que toca. Marie Gilbert, conhecida como Lola Montez da Irlanda, era uma dessas pessoas. Lola viu-se no papel de cortesã e prostituta da corte real. Na sociedade de hoje, Lola seria considerada uma interesseira. Só procurava homens com alta posição social na comunidade, e que pudesse usar para o seu próprio ganho.

Logo que conseguisse garantir o interesse dos homens, a sua influência negativa começava. Uma das suas vítimas foi o Rei Ludwig da Baviera, que se sentiu compelido a ajudar Lola, e mesmo depois de ser avisado dos perigos de um caso com ela. Ludwig não conseguiu resistir à aura de Lola, e quase levou o seu país outrora pacífico em estado civil guerra. Finalmente, o rei apercebeu-se, e ordenou que Lola fosse embora, mas um mês depois foi forçado a renunciar ao trono. O rei Ludwig disse que foi "enfeitiçado" por Lola. Lola era um tipo de caráter instável, incurável e infecioso.

Muitos mais homens sofreram por causa de sua associação com Lola Montez. Isto é apenas um exemplo, porque existirão sempre pessoas cujas emoções são tão poderosas que infetam a alma das pessoas que tocam.

Como reconhecer um contaminador

  1. Atraem infortúnios a si mesmos.
  2. Têm um passado turbulento.
  3. Têm uma longa fila de relacionamentos desfeitos.
  4. Têm uma carreira instável.
  5. Têm um caráter forte que destabiliza uma pessoa e a faz perder a razão.
  6. Desejam destruir e perturbar, e estão cronicamente insatisfeitos.
  7. Observe o efeito que têm no mundo ao seu redor.

O que fazer quando encontrar um contaminador

  1. Não discuta, pois faz parte da armadilha para o atrair.
  2. Não tente ajudá-los independente do que digam.
  3. Não passe a pessoa para os seus amigos sob pena de criar um enredo.
  4. Fuja da presença do contaminador ou sofra as consequências.

Aprenda a temer o poder da contaminação

O risco de se associar aos contaminadores, é que depois desperdiçará tempo e energia a tentar libertar-se. Através de um tipo de culpa por associação, também sofrerá aos olhos dos outros.

5 formas de ter uma mudança positiva com as suas associações

  1. Se é avarento por natureza, associe-se aos generosos e estes o contaminarão, abrindo as portas para si, pois somente almas generosas alcançam a grandeza.
  2. Se é sombrio, gravite para o alegre.
  3. Se é propenso ao isolamento, force-se a fazer amizade com o gregário.
  4. Nunca se associe com aqueles que partilham os seus defeitos - eles reforçarão tudo o que o mantém para trás.
  5. Crie apenas associações com afinidades positivas.

Uma regra para a vida ...

Reconheça os afortunados para poder escolher a sua companhia e os infelizes para poder evitá-los. O infortúnio é geralmente o crime da loucura, e entre os que sofrem, não há doença mais contagiosa: nunca abra a porta para o menor dos infortúnios, pois, se o fizer, muitos outros seguirão o seu caminho ... Não morra da miséria do outro. (Baltasar Gracian, 1601-1658)

ADVERTÊNCIAS

Do outro lado do espectro, os contaminadores são aquelas pessoas que atraem a felicidade através do seu ânimo, dinamismo e inteligência. São uma fonte de prazer e associa-se a eles para compartilhar a prosperidade que os mesmos atraem. Todas as qualidades positivas podem nos contaminar, mas tirar proveito do lado emocional dessa osmose pode ser difícil.

Exceções à lei

Não há exceções a essa lei - não há benefício em associar-se a pessoas que espalham a miséria. O poder e sorte só lhe chegarão se associar-se aos afortunados.